Arquivo da tag: educação

Cursos de Filosofia em EAD

Piaget_Pensador

 

Onde estudar Licenciatura em Filosofia na modalidade EAD

Conheça algumas universidades reconhecidas pelo MEC 

 

Curso grátis de Filosofia (Semipresencial e em português):

UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

 

Cursos grátis de Filosofia (em inglês):

 

  • A Romp através de Ética para iniciantes - Vídeo iTunes - Vídeo Web - Web Audio - Marianne Talbot, da Universidade de Oxford
  • Estética e Filosofia da Arte - iTunes - Web - James Grant, da Universidade de Oxford
  • Filosofia Antiga e Medieval - Vídeo iTunes -  Vídeo Web - David O'Connor, Notre Dame
  • Filosofia Antiga - iTunes - David Ebrey, UC Berkeley - (Este site deixou de exibir o conteúdo. Informação atualizada em 07/12/2015)
  • Sabedoria Antiga e Modern Love - Vídeo iTunes -  Vídeo Web - Professor David O'Connor, Notre Dame
  • Argumento Diagramação - Web - Carnegie Mellon
  • Aristóteles: Ética - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Aristóteles: Retórica - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Aristóteles: Política -  Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Autoridade e do Indivíduo: Seis Palestras BBC - Web Site - Bertrand Russell, Cambridge
  • Bioética: Uma Introdução - Web  - Vídeo iTunes - Áudio iTunes - Marianne Talbot, Oxford
  • Raciocínio crítico para Iniciantes - Vídeo iTunes - Áudio iTunes -Web Video e áudio - Marianne Talbot, Oxford
  • Morte - YouTube - iTunes Áudio - Vídeo iTunes -   Curso de Download - Shelly Kagan, Yale
  • Oito Cursos de Filosofia por Gilles Deleuze  -  YouTube  - Gilles Deleuze, Université Paris-VIII
  • Filosofia Ambiental - Vídeo iTunes -  Vídeo Web - Kenneth Sayre, Notre Dame
  • Existencialismo na Literatura e Cinema - iTunes - Web - Hubert Dreyfus, UC Berkeley - (Este site deixou de exibir o conteúdo. Informação atualizada em 07/12/2015)
  • Existencialismo em Literatura e Cinema  -  RSS Feed  - Sean Dorrance Kelly, da Universidade de Harvard.
  • Dos Deuses e Back  -  Web  - Hubert Dreyfus, UC Berkeley
  • Filosofia Geral - iTunes - Web - Peter Millican, Oxford University
  • Hegel: A Filosofia da História - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Fenomenologia do Espírito de Hegel - Web Site - JM Bernstein, Nova Escola
  • Fenomenologia do Espírito de Hegel - Web Site - Richard Dien Winfield, da Universidade da Geórgia
  • Ciência da Lógica de Hegel - Web Site - Richard Dien Winfield, da Universidade da Geórgia
  • Heidegger: Ser e Tempo - Feed RSS  -  Web Site  - Sean Dorrance Kelly, Harvard
  • Ser de Heidegger e Hora - iTunes - Web - Hubert Dreyfus, UC Berkeley
  • Heidegger Ser e Tempo, da II Divisão - iTunes - Hubert Dreyfus, UC Berkeley
  • História da Teoria Política - iTunes - Wendy Brown, UC Berkeley
  • Hobbes: Leviatã e De Cive (1964) - Web Site - Leo Strauss, U Chicago.
  • Introdução à Filosofia Política - YouTube - iTunes - Curso de download , Steven B. Smith, Yale - (Este site deixou de exibir o conteúdo. Informação atualizada em 07/12/2015)
  • Introdução à Teoria - Vídeo iTunes - Professores Múltiplos, Wesleyan
  • Justiça: Qual é a coisa certa a fazer? - YouTube - iTunes -  Web Site- Michael Sandel, de Harvard
  • Kant - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Crítica do Juízo de Kant - Web Site - JM Bernstein, Nova Escola
  • Crítica de Kant da Razão Pura - Vídeo iTunes - iTunes Áudio -  Vídeo / Áudio na Web - Dan Robinson, Oxford
  • Crítica de Kant da Razão Pura - Web Site - Richard Dien Winfield, da Universidade da Geórgia
  • Crítica de Kant da Razão Pura - Web Site - JM Bernstein, Nova Escola
  • Heidegger - Web Site - Sean Dorrance Kelly, Harvard
  • Walter Kaufmann Palestras sobre Nietzsche, Kierkegaard e Sartre - Web Site
  • Epistemologia Kant - iTunes - Dr Susan Stuarts, da Universidade de Glasgow
  • Lógica e Provas - Web - Carnegie Mellon
  • Maquiavel - Web 1 , 2 , 3 , 4 , 5 , - Allan Bloom, U. Chicago
  • O homem, Deus, Sociedade e na literatura ocidental -  Áudio iTunes - Web - Hubert Dreyfus, UC Berkeley
  • Marx - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Ética Médica - Web Audio - David Salomão, Notre Dame
  • A fenomenologia de Merleau-Ponty de Percepção  -  Web  - Hubert Dreyfus, UC Berkeley
  • Montesquieu O Espírito das Leis (1966) -  Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Moralidade e Modernidade - Vídeo Web - David Salomão, Notre Dame
  • Nietzsche, Para Além do Bem e do Mal - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Nietzsche ea condição pós-moderna - Web Site - Rick Roderick, duque
  • Filosofia e valores humanos - Web Site - Rick Roderick, duque
  • Filosofia e Ciências da Natureza Humana - YouTube -  Áudio iTunes -  Web Site - Tamar Gendler, Yale
  • Filosofia no Cinema e Outras Mídias - iTunes - YouTube - Web - Irving Singer, MIT
  • Filosofia para Iniciantes - iTunes - Vídeo / Áudio na Web - Marianne Talbot, Oxford - (Este site deixou de exibir o conteúdo. Informação atualizada em 07/12/2015)
  • Filosofia da Linguagem - iTunes - Web - John Searle, UC Berkeley
  • Filosofia do Amor no mundo ocidental - iTunes - YouTube - Web - Irving Singer, MIT
  • Filosofia da Mente - iTunes - YouTube - John Searle, UC Berkeley
  • Filosofia da Religião  - iTunes -  Web  - TJ Mawson, Oxford
  • Filosofia da Sociedade - iTunes - Web - John Searle, UC Berkeley
  • Apologia de Platão de Sócrates - YouTube - Allan Bloom, UChicago
  • Apologia de Platão / Críton - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Platão: Górgias - Web Site - Leo Strauss, U Chicago.
  • Platão: Leis - Web Site - Leo Strauss, U Chicago.
  • Platão: Meno - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Platão, Protágoras - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • A República de Platão - Web Site - Laurence Bloom, da Universidade da Geórgia
  • Pensamento Política, Económica e Social - iTunes - Charles Anderson, UW-Madison
  • Proust e Filosofia - alimentação - Johns Hopkins
  • Teoria Social, Ciências Humanas e Filosofia Agora - Vídeo Web - Roberto Mangabeira Unger, Harvard
  • A Arte de Viver -  Web Site - Equipe ensinou, Stanford
  • A filosofia central do Tibete - Web Audio - Robert Thurman, da Universidade de Columbia
  • A Vida Examinada - iTunes - Greg Reihman, Lehigh University - (Este site deixou de exibir o conteúdo. Informação atualizada em 07/12/2015)
  • A história da filosofia, sem quaisquer lacunas - vários formatos - Peter Adamson, Kings College London
  • A história da teoria social ocidental - YouTube -  Alan MacFarlane, da Universidade de Cambridge
  • O Auto Under Siege  - Web Site  - Rick Roderick, duque
  • Os fundamentos morais da política - YouTube -  Vídeo iTunes - Áudio iTunes -  Web Site - Professor Ian Shapiro, Yale
  • A natureza da mente - YouTube - Vídeo iTunes - iTunes Áudio  - Web- John Joseph Campbell, UC Berkeley
  • As Origens da Ciência Política - Web Site - Leo Strauss, UC Chicago
  • O secular eo sagrado - Web Site - Sean Dorrance Kelly, Harvard
  • Teoria do  Significado  -  YouTube  -  Vídeo iTunes  -  iTunes Áudio  -Web - John Joseph Campbell, UC Berkeley
  • Tucídides - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Verdade e Subjetividade / a cultura da auto - Web Site - Michel Foucault, UC Berkeley
  • Vico: Seminário em Filosofia Política - Web Site - Leo Strauss, U Chicago
  • Xenofonte oeconomicus - Web Site - Leo Strauss, U Chicago

 

 

Adicionalmente abaixo segue os links para todas as Faculdades Federais - e Estaduais -  que oferecem  cursos de graduação. Os links são para os Centros (CEAD) ou Núcleos de Educação a Distância (NEAD) - e não para o site principal da Universidade. Preste atenção que também existem cursos de pós-graduação que são gratuitos:

 

Universidade Federal do Acre - UFAC

Universidade de Brasília - UNB

Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Universidade Federal de São João del-Rei - UFSJ

Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Universidade Federal de Lavras - UFLA

Universidade Federal de Uberlândia - UFU

Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

CEDERJ - Consórcio das Universidades Públicas do Estado do Rio de Janeiro
UFRJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro
UFRRJ, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
UNIRIO, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
UERJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
UFF, Universidade Federal Fluminense
UENF, Universidade Estadual do Norte Fluminense

Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Universidade Federal do Paraná - UFPR

Universidade Federal de Goiás - UFG

Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT

Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Universidade Federal do Tocantins - UFT

Universidade Federal do Sergipe - UFS

Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Universidade Federal do Pará - UFPA

Universidade Federal do Ceará - UFC

Universidade Federal do Amapá - UNIFAP

Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Universidade Federal do Piauí - UFPI

Universidade Federal de Roraima - UFRR

 

 

Veja também:

Aprenda a ler e ouvir para aprimoramento das suas comunicações 

Como Ler Livros - Mortimer J. Adler e Charles Van Doren

Curso de Oratória: A arte de falar bem e fazer apresentações em público>http://bit.ly/1Ed6ZNl

Curso Técnicas de comunicação escrita para executivos>http://bit.ly/1EPNNA3

Curso Teatral para Não Atores>http://bit.ly/1MKdSsy

Curso Técnicas de Apresentação: Falar para Liderar>http://bit.ly/1Hu5B4Y

Laboratório de Escrita Criativa>http://bit.ly/1hRs99R

 

Fontes: www.ead.com.br; canaldoensino.com.br;ead.ufsc.br/filosofia

 

Como Ler Livros - Mortimer J. Adler e Charles Van Doren

Como ler livros

 

Como sabemos, no Brasil a maior parte das "pessoas lê mal", pois em sua maioria a população não chega sequer a completar o Ensino Fundamental.  Por outro lado, infelizmente, a posse de diploma não é garantia de capacidade de leitura eficaz.

Mas problemas nessa área não são exclusividade do Brasil, tampouco de países pobres. Já na década de 70, Mortimer Adler - um dos autores do livro citado - já denunciava que a capacidade de leitura dos norte-americanos que não passava do nível do sexto ano letivo, ou seja, mais ou menos o do nosso primário ou 5.ª série. Desta forma primordialmente este livro busca:

 

  • Demonstrar porque as habilidades de leitura con­ven­cionais não bastam para a compreensão de livros difíceis e complexos;
  • Ajudar o leito a adquirir competências de leitura mais sofisti­cadas;
  • Como aplicar essas habilidades para analisar qualquer comunicação, indo de simples informes publicitários até entender grandes livros.


A preocupação fundamental dos autores, que deu motivação inicial para a obra, é que as escolas não ensinam as competências de leitura de alto nível necessárias para se desfrutar tanto de livros informativos como instrucionais e nós precisamos dessas habilidades para lidar com livros que vão além da nossa compreensão. Esses mesmos livros, segundo os autores, garantem os insights mais profundos e duradouros. Adler e Van Doren delineiam uma abordagem sistemática para nos ajudar a construir e sustentar novas habilidades de leitura que irão nos ajudar a se conectar às obras mais difíceis, complexas ou de níveis múltiplos. Para os autores, um livro "consiste da linguagem escrita por alguém com o objetivo de comunicar algo para você". Como requisitos principais para a realização da obra os autores perceberam:

  • Ler bem é melhor do que ler muito;
  • Geralmente, as escolas não ensinam competências de leitura além do fundamental. A maioria das pessoas lê ao nível do 9º ano, mas você pode alcançar níveis mais altos;
  • Para ler ativamente, devemos desenvolver técnicas de anotação, partindo-se dos pensamentos e perguntas sobre o conteúdo de um determinado livro;
  • Para conferir se um livro vale a pena ser lido, "averigue-o" por meio do "folheamento sistemático" ou da "pré-leitura", para identificar a sua estrutura e design;
  • Leia os grandes livros ana­liti­ca­mente, sempre buscando en­tendi­mento, não apenas informação;
  • Para ler um livro ana­liti­ca­mente, faça quatro perguntas: O livro trata de quê? O que está sendo dito? O que ele diz é verdade? O conteúdo é relevante?
  • Para verificar o que um livro realmente diz, busque as suas ideias, afirmações e argumentos. Quais "termos e proposições" ele utiliza?
  • Você consegue realmente entender o foco de um livro quando é capaz de parafraseá-lo nas suas próprias palavras;
  • No nível mais alto de leitura, você já é capaz de sintetizar os argumentos de vários livros;
  • Para tal, aborde cada livro dentro do processo "sintópico" ou comparativo: encontre as partes boas, defina os termos, desenvolva proposições, avalie as questões e analise os resultados.

"O livro é um tesouro de pistas e métodos de trabalho intelectual", um manual abrangente de técnicas de leitura" que associa "a profundidade da análise com a cobertura da extensão dos gêneros", afirma o professor José Monir Nassar, no texto introdutório a esta nova tradução, a terceira feita no país. As anteriores, esgotadas assim que publicadas, datam de 1990 e 2000, e mantiveram o título como no original: Como ler um livro.

É importante observar, no entanto, que, além da sutil alteração do título para Como ler livros, a leitura precisa ser atenciosa, porque aqui ou ali se pode encontrar uma escorregadela, como na p. 32, em que se lê "Os dois passos de leitura analítica aqui delineados podem ser encarados como uma espécie de antessala para a leitura analítica", quando, de acordo com o original, o correto seria, "Os dois estágios da leitura inspecional podem ser considerados...", como se pode ler na p. 46, da primeira edição revista e atualizada publicada pela Editora Guanabara, em 1990, e traduzida por Aulyde Soares Rodrigues.

Adler não começou nada do ovo, como diz o prefácio de José Monír Nasser, dado que a leitura é o instrumento central de qualquer estudo. A arte de ler, confundida com a arte de estudar, tem sido tema tradicional da vida intelectual cristã, centrada no estudo da Bíblia. São muitas as contribuições ao tema da leitura, mas só a partir de Mortimer Adler o assunto foi tratado sistematicamente e de maneira abrangente, válida para os principais gêneros. Adler idealizou uma matriz com quatro níveis de leitura na vertical (elementar, averiguativo ou inspecional, analítico e sintópico ou comparativa), de profundidade crescente, e com seis gêneros de leitura na horizontal (poesia, teatro, prosa, história, ciência e filosofia).

Com base no equacionamento dos diversos aspectos da arte da leitura na forma desta matriz que correlaciona profundidade com gêneros literários, Adler  dividiu o livro em seções independentes, primeiro explicando os quatro níveis de leitura, depois tratando de cada gênero individualmente, com recomendações judiciosas.

O livro é dividido em 4  partes:

  • AS DIMENSÕES DA LEITURA
  • O TERCEIRO NÍVEL DA LEITURA A LEITURA ANALÍTICA
  • COMO LER DIVERSOS ASSUNTOS
  • OS FINS ÚLTIMOS DA LEITURA

 

Na primeira parte do livro os autores dão detalhes sobre os 4 níveis de leitura:

Leitura Elementar - corresponde ao nível ensinado na escola primária. Leitura elementar ou rudimentar, sugere que a pessoa se alfabetizou, aprendeu os rudimentos de arte de ler e recebeu o treinamento básico para a leitura. A preocupação de quem lê nesse nível é com a linguagem em si, a decodificação da escrita, que com qualquer outra coisa. A pergunta que norteia esse nível é: "O que a frase diz?". Neste nível a leitura é somente básica e conotativa.

"Precisamos nos tornar uma nação de leitores ver­dadeira­mente competentes."

"O bom leitor lê ativamente, com concentração."

"O en­tendi­mento é apenas alcançado quando, além de saber o que um autor diz, você sabe o que ele quer dizer com isso e por que ele diz tal coisa."

 "Se (...) o leitor de um livro prático aceita o final proposto e concorda que os meios re­comen­da­dos são adequados e eficazes, ele deve, em seguida, agir da forma proposta."

 

Leitura Averiguativa ou Inspecional (também chamada de "pré-leitura", "investigação inicial" ou "garimpagem") - este nível é voltado para a melhor avaliação possível de um texto ou livro num período curto de tempo. Essa leitura pressupõe determinado período no qual temos de ler certos trechos para  extrair o máximo do livro; é a arte de folheá-lo sistematicamente, examinando sua superfície. Por exemplo, quando estamos de passagem por alguma livraria, vemos um livro que parece interessante e precisamos saber se ele é bom antes de decidirmos se vamos comprá-lo. Existem alguns bons macetes para isso, os quais são tratados em mais detalhes nesta parte. Por ora, basta saber que a pergunta básica deste nível é: "Este livro é sobre o quê?". Neste nível também devemos responder outras perguntas: "Qual é a estrutura do livro" ;  "Vale realmente a pena ler este livro?".

"Em geral, é desejável folhear mesmo aquele livro que você pretenda ler com pro­fun­di­dade, para ter uma ideia da sua forma e estrutura."

"Os bons livros estão acima do seu nível de con­hec­i­men­tos; se assim não o fossem, eles não seriam bons para você."

"As frases importantes são aquelas que exigem um esforço de interpretação, porque, à primeira vista, elas não são per­feita­mente inteligíveis."

"Leia um livro com olhos de raios-X; faz parte essencial da absorção de qualquer livro compreender a sua estrutura."

 

Leitura Analítica - é a leitura completa, a melhor que se pode fazer, ativa por excelência. No dizer de Adler, "se a leitura averiguativa ou inspecional é a melhor que se pode fazer num determinado período de tempo, então a leitura analítica é a melhor leitura possível quando não existe limite de tempo". Sendo aquele em que a atividade é mais complexa e sistemática, quando comparada aos anteriores; depende das dificuldades do livro a ser lido e pode exigir muito ou pouco do leitor; trata-se da leitura completa, a melhor possível num período de tempo ilimitado. Ela suscita muitas perguntas, segundo o tipo de livro que se tem em mãos (elencadas na Parte 2 do livro). É nível de leitura voltado basicamente para a compreensão, de modo que, se seu objetivo for apenas informação ou entretenimento, ele pode não ser necessário.

"Não há uma velocidade certa de leitura; o ideal é desenvolver a capacidade de ler em várias velocidades e saber quando cada velocidade é mais apropriada."

"Faça perguntas enquanto lê - perguntas que você mesmo deve tentar responder no decorrer da leitura."

 

Leitura Sintópica ou Comparativa - implica a leitura de muitos livros sobre certo tema, pondo-os em relação uns com os outros e com o tema. Estudantes de Ciências Humanas são obrigados a se familiarizar com ela. É o nível mais difícil de alcançar, e não há pleno acordo sobre suas regras, indo além da comparação, pois habilita o leitor a fazer uma análise que talvez não esteja em nenhum dos livros. É o nível mais ativo, trabalhoso e, portanto, o mais compensador de leitura. Porém, é também o mais recompensador de todos os níveis.

"O que é verdade para uma conversa normal é ainda mais verdadeiro na situação muito especial em que um livro conversa com um leitor e o leitor responde de forma apropriada."

"O leitor deve fazer mais do que emitir um parecer de concordância ou discordância. Ele deve dar motivos para tal."

Assim que tiver compilado uma seleção de livros que pareçam relevantes para responder a sua pergunta, submeta-os ao processo sintópico, ou comparativo, de cinco etapas:

  • Encontre as partes boas - O objetivo da leitura sintópica não é entender o livro inteiro. O objetivo é usar o livro para resolver o problema já definido ou responder a sua pergunta. Utilize a leitura de averiguação para identificar os trechos mais pertinentes à sua investigação.
  • Defina os termos - Os autores se­le­ciona­dos na sua bib­li­ografia podem utilizar palavras diferentes para conceitos semelhantes. Sintetize uma "ter­mi­nolo­gia neutra" que não seja específica de algum autor, mas que possa incorporar conceitos de qualquer um deles.
  • Desenvolva proposições - Faça o mesmo quando você identificar uma lista de proposições. Elabore proposições neutras que não venham de um único autor, mas para a qual cada autor possa contribuir com respostas.
  • Avalie as questões - Você pode delinear um problema sempre que identificar uma pergunta que diferentes autores respondam de maneiras diferentes. Mapeie e compare as dissonâncias.
  • Analise os resultados - Organize as questões e estipule como elas se relacionam entre si.

 

Veja também:

Aprenda a ler e ouvir para aprimoramento das suas comunicações -

Curso de Oratória: A arte de falar bem e fazer apresentações em público‐>http://bit.ly/1Ed6ZNl

Curso Técnicas de comunicação escrita para executivos‐>http://bit.ly/1EPNNA3

Curso Teatral para Não Atores‐>http://bit.ly/1MKdSsy

Curso Tecnicas de Apresentação: Falar para Liderar‐>http://bit.ly/1Hu5B4Y

Laboratório de Escrita Criativa‐>http://bit.ly/1hRs99R

 

 

Pensando em Voz Alta sobre Conhecimento e Desinformação

Caçadores de Pokemon

Veja as seguintes frases:

http://kdfrases.com/frases/vida

Em qual citação você se viu?

Independente de sua resposta, pelas citações acima muito se pode aprender sobre o ponto de vista dos mestres em relação 'a vida, mas nada supera a sua experiência pessoal, pois para mim este é o grande legado da Vida. Por isso respeito mais aqueles que vão 'a busca do que aqueles que vivem se escondendo através de retóricas.

Hoje se tem muito mais desinformação(*1) do que esclarecimento e a capacidade de pensar, tema básico da busca filosófica, é limitada 'a media das "ignorâncias" predominantes quando se trata de mídia de massa, principalmente. Desta maneira, buscar a verdade é "ir a guerra contra a ignorância incentivada"  e assim ter uma experiência pessoal digna e coerente. Se vida é informação, alegria e conhecimento então a morte é desinformação, alienação e sofrimento. Lógico, ou não?

Não é a toa que a verdade "morre" primeiro em uma guerra, sendo o que predomina sempre é a desinformação.  

Nos últimos cem anos vivemos mais guerras e destruição do que em qualquer outro período conhecido e de fato são os parâmetros principais da política real(*2). Como por outro lado, também temos um crescimento vertiginoso da população e da tecnologia, o que potencializa e incentiva os chamados mecanismos de controle social, tornando-os cada vez mais poderosos, sutis, subliminares e envolventes.  Vide os pokemons que tornam realidade uma ficção para quem já são ficção e metáfora de alienação.

Voltando 'as frases e citações sobre a Vida observe que a maioria delas não pressupõe que tem muito mais gente no Poder (até podemos imaginar quem) que não deseja a Vida em seu sentido amplo, de busca do Conhecimento de forma conjunta e indistinta entre as pessoas e a realidade como um todo.

Por enquanto o "Ego" vai vencendo a batalha contra o "Si mesmo".

E para você:

O que é mais importante na Vida?

 

*1-> LEÃO SERVA E A DESINFORMAÇÃO

"Jornalismo e Desinformação"  parece ser mais um daqueles títulos com palavras aparentemente antagônicas, pensadas apenas para chamar atenção. Na verdade, quem se atreve a encarar a leitura descobre a terrível realidade de ignorância do público que consome informação. A obra é fruto do trabalho de mestrado de seu autor, Leão Serva. As 144 páginas do livro poderiam ser muito bem chamadas de manual, que se destina não apenas a estudantes e profissionais, mas aos 4,5 milhões de leitores brasileiros de jornais impressos, que cotidianamente enfrentam dificuldades cada vez mais claras de entender o mundo.

Fonte: https://blogsaturado.wordpress.com/portfolio/leao-serva/

 

 

*2->

"Hannah Arendt afirma que as guerras e as revoluções e não o funcionamento regular de governos parlamentares e aparatos partidários formaram as experiências políticas básicas do século XX, podemos considerar que Sócrates também viveu uma situação histórica permeada por enfrentamentos militares e instabilidades políticas. Sua condenação está vinculada diretamente com as transformações da pólis e sua rápida decadência decorrente de inúmeros conflitos e combates cada vez mais violentos. Enquanto os eventos catastróficos do seu tempo levaram Arendt a elucidar o lado público do mundo como aquilo que ocorre entre os homens plurais envolvidos uns com os outros por meio de atos e palavras concertados, as experiências sofridas por Sócrates o fizeram engajar-se no esforço por tornar o pensamento relevante para a instauração e manutenção do mundo comum como âmbito inter-humano de relacionamento e convivência. Assim, tomando como base a interpretação que Hannah Arendt faz do diálogo para o qual Sócrates convidada seus concidadãos, o propósito do trabalho consiste em refletir sobre a importância ética e política da atividade de pensar, tendo em vista elucidar de que modo a ausência de pensamento é um poderoso fator nos cuidados humanos com o mundo comum. Para Arendt, a condenação de Sócrates e o julgamento de Eichmann, teriam nos dado a lição de que a incapacidade de pensar e julgar pode formar um homem capaz de levar o mal e a violência a extremos inconcebíveis e ilimitados. Essa constatação impôs à Arendt a seguinte indagação: a atenção reflexiva do pensamento poderia evitar o mal?"

"

Fonte: http://www.cchla.ufrn.br/humanidades2009/Anais/GT04/4.2.pdf

 

 

12 cursos gratuitos para seu Desenvolvimento Pessoal e Profissional

10DicasGrupoTreinar

Selecionamos  12 cursos gratuitos para aprimorar seu desenvolvimento pessoal e profissional,  por meio da plataforma de ensino on-line Coursera.  

 

Confira a seguir cada um dos cursos e faça sua inscrição:

Aprendendo a Aprender: poderosas ferramentas mentais para ajudá-lo a dominar temas complexos-> http://bit.ly/1ODyJKX

Negociações de sucesso: estratégias e habilidades essenciais-> http://bit.ly/255xq0N

Fundamentos das Práticas de Ensino para a Aprendizagem 1: Introdução-> http://bit.ly/1rYMejm

 Fundamentos das Práticas de Ensino para a Aprendizagem 2: Ser um Educador-> http://bit.ly/1XnL10U

Fundamentos do Google para o Ensino-> http://bit.ly/1W6fa5C

Organize-se: como ser um professor equilibrado-> http://bit.ly/22i4SiY

Gerenciamento de Projetos: O Essencial para o Sucesso-> http://bit.ly/25dvlmZ

O Empreendedorismo e as Competências do Empreendedor->http://bit.ly/1WGpBwQ

Introdução ao Marketing Analítico->http://bit.ly/1WGkZau

Mais eficiência, menos trabalho: Gestão do tempo e a melhora da produtividade pessoal & profissional->http://bit.ly/1U4IvXU

A complexidade sensível: Um paralelo entre videogames e arte->http://bit.ly/1Tjv8ZL

Como funcionam as coisas->

http://bit.ly/1NBUaRE

 

 

 

 

ITA oferece 10 cursos gratuitos

10

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), fundado em 1950, está oferecendo 10 cursos gratuitos por meio da plataforma de ensino on-line Coursera.  A plataforma conta com mais de 12 milhões de usuários e dispõe de mais de mil cursos de instituições renomadas do Brasil e do mundo.

Os professores que ministram os cursos são todos do ITA, instituto de ensino superior do Comando da Aeronáutica (COMAER), localizado no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).

Confira cada um dos cursos e faça sua inscrição:

1. Introdução ao Controle de Sistemas

2. Controle Usando a Resposta em Frequência

3. Arquitetura de Software em Projetos Ágeis

4. Desenvolvimento Ágil com Padrões de Projeto

5. Desenvolvimento Ágil com Java Avançado

6.  Projeto Final: Aplicativo para Web com Componente Gamificado

7.  Princípios de Desenvolvimento Ágil de Software

8. Técnicas Avançadas para Projeto de Software

9.  TDD - Desenvolvimento de Software Guiado por Testes

10.  Orientação a Objetos com Java

Fonte: http://engenhariae.com.br/mais/colunas/ita-esta-oferecendo-10-cursos-gratuitos-a-distancia/

 

A Soberania Dormindo

SoberanoDormindo

Richard Tuck traça a história da distinção entre a soberania e  a governabilidade e sua relevância para o desenvolvimento do pensamento democrático. Tuck mostra que esta era uma questão central nos debates políticos dos séculos XVII e XVIII, e fornece uma nova interpretação do pensamento político de Bodin, Hobbes e Rousseau. Integrando teoria jurídica e a história do pensamento político, ele também oferece uma das primeiras histórias modernas do referendo constitucional, e mostra a importância dos Estados Unidos na história do referendo. O livro deriva das leituras de John Robert Seeley e das palestras Richard Tuck na Universidade de Cambridge em 2012, e irá ajudar estudantes e estudiosos da história das ideias, teoria política e filosofia política.

Richard Tuck é um Fellow da Academia Britânica, um Honorary Foreign Membro da Academia Americana de Artes e Ciências e um membro honorário da faculdade de Jesus, Cambridge, onde ele era um companheiro durante vinte e seis anos antes de ir para Harvard. Ele foi convidado para dar muitas séries de palestras, incluindo as Conferências Carlyle em Oxford, as palestras Bento na Universidade de Boston, e as Palestras Seeley em Cambridge. Em Harvard, ele tem servido como presidente do Programa de Estudos Sociais desde 2006.

#bibliophilecafe #richardtuck  #thesleepingsovereign 

#book #books#bookstagram 

#literature #currentlyreading 

#goodreads #goodread #read

#bookworm #igreads 

#bookporn #newreads 

#bookaholic 

#novel #bookaddict

#instabook #bookish 

#reads #instaread #bookish 

#instareads #booknerdigans

#readingtime 

#mustread #bookphotography 

#bookclub #voscoreads

#politicalphilosophy

 

fonte: bibliophilecafe ( Instagram )  

43 cursos livres

43CURSOS

43 cursos livres que você pode fazer gratuitamente (e realmente terminar)

Sim, férias é o momento perfeito para relaxar e recarregar. Mas é também o momento perfeito para adquirir algumas novas habilidades. Coloque seu cérebro relaxado (e horário de trabalho) ao bom uso! Como você se sentiria melhor se, quando voltar ao trabalho, adicionar ao seu currículo uma outra nova habilidade ?  

Antes de começar salientando, sei que não estamos pedindo para sacrificar suas noites de férias. Em vez disso, estamos sugerindo dedicar algumas horas por semana para avançar na sua carreira com uma aula on-line. (Online é igual ao seu sofá  e um copo de vinho opcional.)

Para tornar o processo mais fácil para você, nós fizemos duas coisas. Primeira, nós só escolhemos classes que você pode concluir em menos de 10 semanas (com algumas que podem ser concluídas em uma hora). Segundo, damos curadoria  para esta lista ( que está a seguir ) garantindo que sejam apenas cursos que são valiosos e interessantes.

A melhor parte?

Todos eles são gratuitos.

Então, sem mais delongas, aqui estão 43 classes que você pode se inscrever ainda hoje.

Yes, summer is the perfect time to relax and recharge. But, it's also the perfect time to pick up a few new skills. Put that relaxed brain (and work schedule) to good use! How accomplished would you feel if, when September rolls around, you could open up your resume and add another skill to it? Very, we're guessing.

Before you start stressing, know that we're not asking you to sacrifice your summer nights to a droning professor, Instead, we're suggesting devoting a few hours every week to advancing your career with an online class. (Online equals your couch and your sweats and an optional glass of wine.)

To make the process easier for you, we did two things. One, we only chose classes you can complete in less than 10 weeks (with some that can be completed in an hour). Two, we hand-curated this list to ensure it's only courses that are valuable and interesting. The best part? All of them are free.

So, with no further ado, here are 43 classes you can sign up for today.

 

Programming

 

1. Harvard University's Introduction to Computer Science, edX

As of Fall 2014, the on-campus version of this course was the largest at Harvard. You'll learn how to think algorithmically, solve programming problems efficiently, and become familiar with a number of languages including CSS, HTML, and PHP. The class is free, but you can add a HarvardX Verified Certificate for $90.

Level:Beginner

Duration:180 Hours / 9 Lessons

 

2. Introduction to Programming in Java, MIT OpenCourseWare

This course aims to help students develop high-quality, working software that solves real problems. Materials are designed for students with some programming experience, but if you have none and are motivated you will do fine.

Level:Intermediate

Duration:16 Hours / 7 Lectures, 7 Labs

 

3. University of Michigan's Programming for Everybody (Python), Coursera

No programming experience? No worries-"Programming for Everybody" is designed to be a first coding class and avoids all but the simplest mathematics. Anyone with moderate computer experience should be able to master the materials in this course.

Level:Beginner

Duration:20-40 Hours / 10 Lessons

 

4. Dash, General Assembly

Dash teaches HTML, CSS, and JavaScript by giving you step-by-step instructions on creating fun websites. We gave it a go, and loved how the user workspace lets you see the output of your code in real time.

Level:Beginner

Duration:4 Projects

 

5. Introduction to C and C++, MIT OpenCourseWare

This four-week course provides a fast-paced introduction to C and C++ programming languages. You'll learn the required background knowledge, including memory management, pointers, object-oriented programming, and how to find bugs when you inevitably use any of those incorrectly.

Level:Beginner

Duration:16 Hours / 8 Lectures, 8 Labs

 

6. HTML and CSS, Codecademy

Join 4.5 million online students in creating websites by using HTML and CSS. No experience is necessary to master the basics of web development in an estimated seven hours.

Level:Beginner

Duration:7 Hours / 12 Lessons

 

7. This Is How You Make iPhone Apps, Udemy

This course will teach you how to create apps and submit your first fully functional app to the App Store before the end of the day.

Level:Beginner

Duration:5 Hours / 23 Lessons

 

Design

 

8. Beginners Adobe Photoshop, Adobe KnowHow

This tutorial for beginners will teach you the fundamentals of Adobe Photoshop with easy-to-follow, practical examples. You'll learn how to set up your work environment and perform the various editing functions that the program offers.

Level:Beginner

Duration:14 Hours / 26 Lessons

 

9. Learn Adobe Illustrator From Scratch, Udemy

Want to create amazing graphics? This course first teaches you basic Illustrator techniques, then progresses on to more advanced topics such as types and panels, colors and patterns, and perspective and automation.

Level:All Levels

Duration:11 Hours / 41 Lessons

 

10. Adobe InDesign for Beginners, Adobe KnowHow

This course instructs you in how to use the powerful tools and techniques available in InDesign for creating high-quality layouts. You'll gain the necessary skills to work with graphics and tables, add color and effects, and even make your layout interactive.

Level:Beginner

Duration:11 Hours / 21 Lessons

 

11. Introduction to Graphic Design, Udemy

Why is that logo appealing? Why does that poster stand out? In this course, you'll learn the theory behind creating attention-grabbing visuals and understand the basic principles and elements of design.

Level:Beginner

Duration:1 Hour / 12 Lessons

 

12. Adobe Photoshop CS6 Essential Tools, ALISON

Master image manipulation and photographic re-touching with this course. You'll be guided through the Photoshop user interface and acquire the basic techniques for editing and enhancing your photographs.

Level:Beginner

Duration:2 Hours / 8 Lessons

 

Online Marketing

 

13. Social Media 101, Buffer

Learn the basics of social media in just two minutes a day with Buffer's week-long email class. You'll master everything from establishing a tone for your social media posts to understanding online marketing analytics.

Level:Beginner

Duration:14 Minutes / 7 Lessons

 

14. Diploma in Social Media Marketing, ALISON

Want to hear about how email marketing, blogging, and Facebook can create a business page that gets noticed by customers? If so, then this course is for you. Upon completion, you'll understand the ins and outs of affiliate marketing and know the different methods that help increase traffic.

Level:Beginner

Duration:15-20 Hours / 11 Lessons

 

15. Advanced SEO: Tactics and Strategy, Udemy

In this course, you'll learn a broad range of SEO subjects as well as gain an understanding of some of the deeper concepts and strategies. The content is digestible for all levels of knowledge.

Level:All Levels

Duration:1 Hour / 7 Lessons

 

16. Internet Marketing for Smart People, Copyblogger

Copyblogger presents a systematic and simple approach to implementing effective online marketing with this email course. By registering, you'll also score instant access to 14 ebooks on content marketing, copywriting, keyword research, and many more topics.

Level:Intermediate

Duration:20 Lessons

 

17. Marketing in a Digital World, Coursera

Created by the University of Illinois at Urbana-Champaign, this course examines how digital tools-such as smartphones, the internet, and 3D printing-are revolutionizing the world of marketing. It'll teach you how to use these tools to persuade customers to buy, distribute, and set the right prices for your products.

Level:Beginner

Duration:32 Hours / 24 Lessons

 

18. Getting Started With Google Analytics, Udemy

This training class will help you master the basics of Google Analytics and understand how to turbocharge your website performance. Apart from being able to interpret data, you'll learn to translate the raw data into actionable insights.

Level:Beginner

Duration:4 Hours / 21 Lessons

 

19. Email Marketing Crash Course, HubSpot

If you're struggling to meet your email marketing goals, look no further than HubSpot's video series. The videos demonstrate everything from growing more effective organic email lists to achieving a higher open rate to strengthening your lead nurturing.

Level:Beginner

Duration:5 Lessons

 

Communication

 

20. Become a Networking Master, The Muse

Think networking is more than a little intimidating? This email-based class could change your mind and turn you from a fearful networker to a fearless one. You'll gain the communication skills crucial to networking, from perfecting your elevator pitch to making (smart) small talk with anyone.

Level:All Levels

Duration:7 Lessons

 

21. Introduction to Public Speaking, edX

Designed by the University of Washington, this course aims to help you become a more effective and confident public speaker. You'll learn to design and deliver basic arguments, informative presentations, and persuasive, complex arguments all within 10 weeks.

Level:All Levels

Duration:30-50 Hours / 10 Lessons

 

22. Successful Negotiation: Essential Strategies and Skills, Coursera

Negotiation is the key to business success-after all, no business can survive without profitable contracts. After you finish this University of Michigan course (complete with interactive videos and a free app), you'll know how to successfully negotiate.

Level:All Levels

Duration:8.5 Hours / 6 Lessons

 

23. Communicating Strategically, edX

Far too frequently, the people who have the most to say have the hardest time saying it. Geared toward experts (scientists, engineers, and other technical professionals), this course will help you effectively communicate with non-scientists to inform organizational decision-making. The class is free, but you can add a PurdueX Verified Certificate for $50.

Level:Intermediate

Duration:20-30 Hours / 5 Lessons

 

24. Speechwriting 101, Global Speechwriter

Professional speechwriter Brent Kerrigan has crafted 10 articles designed to help beginners write better speeches. Some of the articles include, "How to Write for the Ear (Not the Eye)" and "One Speech Structure to Rule Them All." Sign up and you'll receive one new article each week.

Level:All Levels

Duration:10 Lessons

 

Entrepreneurship

 

25. How to Start a Startup, Sam Altman at Stanford University

Initially given at Stanford in Fall 2014, this lecture designed by Y Combinator's president Sam Altman features exceptional entrepreneurs like PayPal's Peter Thiel, LinkedIn's Reid Hoffman, and Airbnb's Brian Chesky. You'll learn the basics of user growth, fundraising, operations and management, and much more.

Level:All Levels

Duration:20 Hours / 20 Lessons

 

26. New Venture Finance: Startup Funding for Entrepreneurs, Coursera

This University of Maryland course is created for aspiring and active entrepreneurs who want to understand how to secure funding for their company. Key questions answered within the four-week course include: "What kind of investors invest by stage and where to find them?" and "What are your fundraising options?"

Level:Intermediate

Duration:12-20 Hours / 4 Lessons

 

27. How to Build a Startup, Udacity

Join almost 280,000 online students in learning the basics of the Customer Development Process. Silicon Valley serial entrepreneur Steve Blank provides insight into the key steps to building a successful startup, ranging from gathering and evaluating customer feedback to calculating the direct and indirect costs for delivering your product.

Level:Intermediate

Duration:24 Hours / 8 Lessons

 

28. Law for the Entrepreneur and Manager, MIT OpenCourseWare

This course provides a basic understanding of legal issues that corporations face during their existence. "Law for the Entrepreneur and Manager" starts by providing the basic building blocks of business law. The second half of the course examines issues that include: intellectual property, international trade, business disputes, and bankruptcy and reorganization.

Level:Intermediate

Duration:32 Hours / 21 Lessons

 

29. Competitive Strategy, Coursera

Taught in Ludwig-Maximilians-Universität München, this class teaches students how businesses behave when strategic decisions are interdependent. Using the basic tools of game theory, you'll analyze how organizations choose strategies to attain competitive advantages.

Level:Intermediate

Duration:10 Hours / 6 Lessons

 

30. Product Design-Validation and UX Through Design Sprints, Udacity

Built by Google, this course aims to help you materialize your game-changing idea and transform it into a product that you can build a business around. The class blends theory and practice to teach you product validation, UI/UX practices, Google's Design Sprint, and the process for setting and tracking actionable metrics.

Level:All Levels

Duration:48 Hours / 4 Lessons

 

31. How to Finally Start Your Side Project, The Muse

New businesses often start as side projects. But starting side projects is difficult in itself. This three-day, email-based class created by career experts from The Muse and Squarespace walks you through the steps needed to hone in on your idea and get the project out to the world.

Level:All Levels

Duration:3 Lessons

 

Writing

 

32. Academic and Business Writing, edX

Originally given at the University of California Berkeley, this course focuses on writing in different disciplines-in science and technology, in literature, and in the social sciences. You'll learn to craft statements of purpose and develop a professional writing style.

Level:Intermediate

Duration:20-30 Hours / 5 Lessons

 

33. Writing for the Web, OPEN2STUDY

Understanding the difference between writing for print and writing for the web starts with reading up on how readers behave differently online. This course teaches you how to accommodate the needs of online readers through web design, writing style, structure, and search engine optimization.

Level:All Levels

Duration:16 Hours / 4 Lessons

 

34. High-Impact Business Writing, Coursera

Effective writing is a powerful tool in the business environment. Learn to articulate your thoughts in a clear and concise manner that'll allow your ideas to be better understood by readers. This course will also teach you to notice, correct, and avoid the most common writing pitfalls.

Level:All Levels

Duration:4-8 Hours / 4 Lessons

 

35. Secret Sauce of Great Writing, Udemy

With more than 20,000 students and over 120 five-star reviews, the "Secret Sauce" course teaches you to superpower your business writing-whether it's for cover letters, press releases, or sales emails-and make your blogs appear a thousand times more professional. This course is meant for professionals hoping to upgrade their writing skills, as well as businesses hoping to improve their corporate communications.

Level:Beginner

Duration:2 Hours / 10 Lessons

 

36. Writing on Contemporary Issues: Culture Shock! Writing, Editing, and Publishing in Cyberspace, MIT OpenCourseWare

An introduction to writing prose for an online audience, this class teaches you to write essays that critically engage elements and aspects of contemporary American popular culture-and do so with a vivid personal voice.

Level:Beginner

Duration:32 Hours / 21 Lessons

 

37. Cleaning Your Copy, News University

This class helps journalists and others understand the basics of grammar, spelling, punctuation, and AP style. Upon completing the course, you'll be able to identify and solve grammatical problems in your copy, pick the right word when choosing between tricky pairs (is it "who" or "whom?"), and use the correct AP style for addresses, money, and numbers.

Level:All Levels

Duration:4 Lessons

 

38. Becoming Digital: Writing About Media Change, MIT OpenCourseWare

"Becoming Digital" traces the change in practice, theory, and possibility as mechanical and chemical media are augmented or supplanted by digital media. Students will work through and write about the ethical, aesthetic, technical, and cultural problems raised by primary and secondary readings.

Level:Beginner

Duration:32 Hours / 21 Lessons

 

New Language

 

39. Basic French Language Skills for Everyday Life, ALISON

ALISON's free online course is a series of engaging video lessons that introduces beginners to various aspects of the French language. After taking this course, you'll be able to use a range of French vocabulary, understand past, present, and future verb tenses, and become skilled in conversational French.

Level:Beginner

Duration:6-10 Hours / 6 Lessons

 

40. Chinese Language: Learn Basic Mandarin, edX

Are you planning a trip to a Mandarin-speaking country, or have you always wanted to understand some common Mandarin phrases? Basic Mandarin is a great skill to add to your resume, as many of today's global business meetings are conducted in Mandarin Chinese. In this class, you'll learn basic phrases for everyday life as well as the proper "tones" in Mandarin. The course is free, but you can add a MandarinX Verified Certificate for $50.

Level:Beginner

Duration:24 Hours / 6 Lessons

 

41. Spanish I, MIT OpenCourseWare

By watching these video episodes, you'll learn Spanish (and experience its cultural diversity) through a quality drama-filled story. In addition, you'll listen to an audio program integrated with the text and workbook.

Level:Beginner

Duration:13 Hours / 26 Lessons

 

42. German Course for Beginners, Deutsch-Lernen.com

The lessons in this course build up an overview of basic German grammar rules by using concise grammar tables. You'll learn the basic verb forms and syntax in a simple and understandable way.

Level:Beginner

Duration:10 Lessons

 

43. Talk Italian, BBC

BBC's language lesson includes nine short sections on everyday topics like ordering a meal, asking for directions, saying where you're from, and checking in at a hotel. You can watch and listen to the clips and have a look at the transcripts for extra practice.

Level:Beginner

Duration:9 Lessons

Autora: Kat Moon

Fonte: https://www.themuse.com/advice/43-free-careeradvancing-courses-you-can-take-and-actually-finish-this-summer

FASTSALAS25

 

10 Regras para o Bom Estudo e outras 10 para o Mau Estudo

DezBomDezMau

 

10 Regras do Bom Estudo

Extraído de Uma Mente para Números: Como se Sobressair em Matemática e Ciências (Mesmo Se Você Tiver Reprovado em Álgebra), por Barbara Oakley, Penguin, Julho de 2014.

1. Relembre. Depois de você ler uma página, sem olhar para ela, relembre as principais idéias. Destaque pouco e nunca destaque o que você não colocou em sua mente primeiro ao relembrar as idéias. Tente se recordar das idéias principais quando você estiver andando para a aula ou quando estiver em um cômodo diferente daquele em que você aprendeu o conteúdo originalmente. A habilidade de relembrar - gerar idéias de dentro de você mesmo - é um dos principais indicadores de uma boa aprendizagem.

2. Teste a si mesmo. Em tudo. O tempo todo. Cartões de anotações são seus amigos.

3. Divida seus problemas. Dividir o problema é entender e praticar com a solução de um problema, de modo que ela venha à mente em um flash. Depois de você resolver um problema, repita. Certifique-se de que você pode resolvê-lo completamente - cada passo. Finja que é uma música e aprenda a tocar repetidamente em sua mente, para que as informações combinem-se em um único pedaço regular que você pode alcançar sempre que quiser.

4. Faça repetições espaçadas. Espalhe sua aprendizagem, sobre qualquer assunto, em um pouco a cada dia, como um atleta. Seu cérebro é como um músculo - ele pode lidar apenas com uma quantidade limitada de exercícios sobre um assunto de cada vez.

5. Alterne diferentes técnicas de resolução de problemas durante sua prática. Nunca pratique por muito tempo apenas uma técnica de resolução em uma sessão de estudos - depois de um tempo, você está apenas imitando o que fez no problema anterior. Misture e trabalhe em diferentes tipos de problemas. Isso o ensina como e quando usar uma técnica. (Livros geralmente não são estruturados dessa forma, então você vai precisar fazer isso por conta própria). Depois de cada tarefa e teste, volte nos seus erros, certifique-se de que você entende porque você os cometeu e, então, refaça suas soluções. Para um estudo mais efetivo, escreva à mão (não digite), de um lado de um cartão, um problema, e a solução do outro. ( A escrita à mão constrói estruturas neurais mais fortes na memória do que a digitação). Você também pode fotografar o cartão, caso queira colocá-lo em um aplicativo de estudo em seu smartphone. Teste-se aleatoriamente em diferentes tipos de problemas. Outra maneira de fazer isso é folhear aleatoriamente seu livro, escolher um problema, e ver se você pode resolvê-lo completamente.

6. Faça pausas. É comum não ser capaz de resolver problemas ou não entender conceitos de matemática ou ciência na primeira vez que você se depara com eles. Essa é a razão pela qual um pouco de estudo todo dia é muito melhor do que muito estudo de uma vez só. Quando você se sentir frustrado com um problema de matemática ou ciência, faça uma pausa para que outra parte de sua mente possa assumir e trabalhar em segundo plano.

7. Use questionamentos explicativos e analogias simples. Sempre que você estiver lutando para entender um conceito, pense consigo mesmo: como posso explicar isso de forma que uma criança de dez anos possa entender? Usar uma analogia realmente ajuda, como dizer que o fluxo de eletricidade é como o fluxo da água. Não apenas pense na sua explicação - fale em voz alta ou a escreva. O esforço adicional de falar e escrever permite codificar mais profundamente (ou seja, converter em estruturas neurais de memória) o que você está aprendendo.

8. Foco. Desligue todos os bipes e alarmes do seu celular e computador, depois configure um temporizador para 25 minutos. Foque atentamente nesses 25 minutos e tente trabalhar da forma mais dedicada que você puder. Depois que o tempo acabar, dê a você uma pequena recompensa. Algumas dessas sessões em um dia podem realmente impulsionar seus estudos. Tentar definir tempos e lugares para estudar - sem olhar para seu computador ou celular - é apenas algo que você faz naturalmente.

9. Comece pelo o mais difícil. Faça o mais difícil no começo do dia, quando você está revigorado.

10. Faça uma comparação mental. Pense de onde você veio e compare com o sonho de onde seus estudos irão levá-lo. Coloque uma imagem ou palavras em seu espaço de trabalho para que você se lembre do seu sonho. Olhe a imagem ou as palavras quando você perceber que sua motivação está lenta. Esse trabalho irá recompensar você e aqueles que você ama!

10 Regras do Mau Estudo

Extraído de Uma Mente para Números: Como se Sobressair em Matemática e Ciências (Mesmo Se Você Tiver Sido em Álgebra), por Barbara Oakley, Penguin, Julho de 2014.

Evite estas técnicas - elas podem desperdiçar seu tempo, até mesmo quando o fazem crer que você está aprendendo!

1. Releitura passiva - sentar passivamente e correr os olhos pelas páginas. A menos que você possa provar que o conteúdo está indo para seu cérebro, relembrando as principais idéias sem olhar para a página, a releitura é uma perda de tempo.

2. Deixar que os textos destacados confundam você. Destacar seu texto pode enganar sua mente fazendo-a pensar que você está colocando algo em seu cérebro, quando, na verdade, tudo o que você está fazendo é mover sua mão. Destacar um pouco aqui e ali é normal- às vezes pode ser útil na identificação de pontos importantes. Mas se você estiver destacando o texto como uma ferramenta de memorização, certifique-se de que o que você está marcando também está entrando em seu cérebro.

3. Apenas olhar para a solução de um problema e pensar que sabe como resolvê-lo. Esse é um dos piores erros que os estudantes cometem quando estão estudando. Você precisa ser capaz de resolver um problema passo a passo, sem olhar para a solução.

4. Esperar até o último minuto para estudar. Você deixaria acumular para o último minuto se você estivesse treinando para uma corrida? Seu cérebro é como um músculo - ele pode lidar apenas com uma quantidade limitada de exercícios sobre um assunto de cada vez.

5. Resolver repetidamente problemas do mesmo tipo que você já sabe como resolver.  Se você ficar resolvendo exercícios similares durante seus estudos, você não está se preparando de verdade para um teste - é como se preparar para um importante jogo de basquete apenas treinando o seu drible.

6. Deixar as sessões de estudos com os amigos se transformarem em sessões de conversas. Verificar a sua solução de problemas com amigos e perguntar uns aos outros sobre o que cada um sabe, pode tornar o aprendizado mais agradável, pode expor falhas em seu pensamento e pode aprofundar seu aprendizado. Mas, se suas sessões de estudos em grupo se transformam em diversão antes de o trabalho ser feito, você está desperdiçando seu tempo e deve procurar outro grupo de estudo.

7. Deixar de ler o livro de texto antes de começar a trabalhar os problemas. Você mergulharia em uma piscina antes de saber nadar? O livro é o seu professor de natação - ele guia você até as respostas. Você vai se debater e desperdiçar seu tempo se não se der ao trabalho de lê-lo. No entanto, antes de começar a ler, dê uma rápida olhada no capítulo ou seção para ter noção do que se trata.

8. Não esclarecer dúvidas com seus professores ou colegas. Professores são usados por estudantes perdidos que os procuram para serem orientados - é nosso trabalho ajudá-los. Os estudantes que nos preocupam são aqueles que não nos procuram. Não seja um desses estudantes.

9. Pensar que você pode aprender profundamente quando você está sendo constantemente distraído. Cada pequeno impulso em direção a uma mensagem ou conversa significa que você tem menos poder cerebral para se dedicar ao aprendizado. Cada atenção interrompida puxa pequenas raízes neurais antes que elas possam crescer.

10. Não dormir o suficiente. Seu cérebro junta as técnicas de resolução de problemas quando você dorme, assim como pratica e repete o que você colocou em sua mente antes de ir dormir. Fadiga prolongada permite que as toxinas se acumulem no cérebro, o que interrompe as conexões neurais que você precisa para pensar rápido e bem. Se você não tiver uma boa noite de sono antes de um teste, nada que você tenha feito antes irá importar.

Fonte: http://www.amazon.com/Mind-Numbers-Science-Flunked-Algebra/dp/039916524X/ref=asap_bc?ie=UTF8

 

 

Ensino do futuro: personalização por meio da análise de dados

SanDiegoLibrary5

 

Ninguém discute que personalizar o ensino de acordo com as necessidades de cada aluno é o cenário ideal para a aprendizagem. Na prática, os desafios surgem pelo tamanho das turmas, pelas restrições de tempo dos professores e pela diversidade de alunos no mesmo grupo, cada um com um background diferente. Para superar esses obstáculos, a tecnologia é grande aliada, especialmente no que diz respeito às possibilidades da análise de dados. Essa é a defesa  de Nick Sheltrown e Arthur VanderVeen, especialistas em software para educação.

Sobretudo quando tentam personalizar as lições entregues aos alunos dentro de uma instituição que mantém as estruturas e dinâmicas tradicionais de ensino, os professores precisam de auxílio. Trabalhando com o currículo padrão dentro da sala de aula ortodoxa, os educadores precisam se desdobrar para atender aos anseios de dezenas de estudantes ao mesmo tempo. Como é humanamente impossível dedicar horas de atenção a cada indivíduo, a tecnologia serve para manter registros pessoais e atualizados de cada aluno, arquivando seus dados relevantes da vida acadêmica, como faz o Blackboard Analytics, solução para o ensino superior.

Esses arquivos logo se tornam um mar de informações, no qual pode ser difícil pescar exatamente o que se busca. Felizmente, novos aplicativos inteligentes podem aplicar filtros que selecionam as informações das quais os professores realmente precisam. Esse trabalho conjunto entre o educador e a máquina é bastante comum na educação mista, que prevê aulas tradicionais complementadas por tarefas e conteúdo online. Enquanto os professores dão aulas expositivas, as plataformas virtuais podem medir os níveis de cada aluno e personalizar o ritmo das tarefas, bem como a sequência de atividades a serem realizadas. Depois, na sala de aula, com os resultados do desempenho online, o professor ainda pode agrupar os alunos conforme suas habilidades e necessidades.

Análise de dados na educação


Para conseguir personalizar as atividades de centenas de alunos, cada um em seu próprio nível de desempenho, e gerar diferentes objetivos a cada semana, os sistemas de dados se baseiam em mapas de conhecimentos e modelos estudantis. Com as informações a respeito do comportamento do aluno e com a "localização" de onde se ele encontra no mapa do conteúdo a ser aprendido, o sistema determina qual o melhor tipo de tarefa para cada acesso.

Claro que o mapa do conhecimento ainda precisa ser gerado por um ser humano. Cabe ao professor estabelecer os conceitos, as conexões entre o conteúdo e as habilidades que o aluno deve adquirir para ser considerado apto a passar ao próximo nível. O sistema vai girar as engrenagens que fazem as aulas evoluírem, apresentando novos conteúdos conforme o andamento do estudante.

Os estudantes, por sua vez, tendem a se encaixar em certos padrões: alguns são mais independentes, alguns aprendem melhor com repetições enquanto outros precisam de novidades, uns avançam passo a passo e outros preferem trabalhar com mais de um conceito ao mesmo tempo. O sistema registra os comportamentos de cada aluno e constrói modelos estudantis, unindo, depois, os métodos indicados e os trajetos do mapa de conteúdo de forma única para cada aluno.

Alguns sistemas são capazes de aprender empiricamente a partir dos comportamentos dos alunos. Conforme os resultados obtidos nas tarefas online, a plataforma pode melhor se adaptar a cada contexto de aprendizagem, registrando as estratégias de maior sucesso. A principal vantagem se torna visível quando comparamos ao cenário anterior. Sem a capacidade de processamento de dados de um sistema inteligente, o professor dependia da aplicação de provas e testes para medir o nível de conhecimento de alunos, mas estas provas eram idênticas para a turma inteira, assim como todas as aulas, o que resultava em uma abordagem que poderia ser apropriada para muitos, mas nunca para todos os estudantes.

Novos desafios
Coletar dados é bastante fácil desde que se tenha memória suficiente para armazenamento. Os desafios da análise de dados é separar o relevante do resto. Com cada vez mais alunos dotados de dispositivos móveis e a educação online ganhando espaço, os sistemas precisarão se tornar sempre mais inteligentes.

Ao lado da capacidade de processamento, deverá estar a preocupação com a segurança e o sigilo das informações. O histórico escolar é, afinal, de propriedade exclusiva do próprio aluno e não pode ser distribuído livremente. Embora a ideia de ensino mediado por computadores não seja uma novidade, a proliferação da tecnologia é recente e nos trará cenários ainda nem imaginados.

Além dos desafios técnicos, pode haver a barreira da adesão dos próprios professores e alunos. Uma boa dose de treinamento pode ser necessária para que todos se sintam à vontade com as novas ferramentas. Os professores devem saber como as plataformas funcionam e quepossibilidades se abrem com a tecnologia. Os alunos precisam entender quais dados são armazenados e com que finalidade, para que se sintam seguros no uso de programas online.

Em resumo, são tempos de aprendizado para todos: alunos, professores e desenvolvedores de sistemas. Assim como a integração entre aulas presenciais e online é peça chave para o sucesso da educação mista, a colaboração entre todos os interessados em plataformas de análise de dados educacionais será o diferencial na construção de melhores cursos.

 

Fontes: Desafios da Educação

http://www.desafiosdaeducacao.com.br/ensino-futuro-personalizacao-por-meio-da-analise-de-dados/

 

 

 

 

‘Big data’ vira curso de pós-graduação nos EUA

BigData1

O interesse em programas especiais de pós-graduação na chamada "business analytics", ou a análise de dados para tomada de decisão nos negócios, vem crescendo ultimamente, o que levou pelo menos cinco faculdades de administração dos Estados Unidos a lançar programas independentes de pós-graduação nos últimos dois anos.

O crescente interesse em análise preditiva de dados é parte de uma mudança mais ampla nas ambições dos formandos das faculdades de administração, já não mais satisfeitos com empregos em grandes empresas financeiras e de consultoria. Os cargos mais cobiçados por eles estão agora em tecnologia ou em funções que combinam habilidades administrativas e perspicácia com dados, dizem administradores das faculdades.

Mas alguns desses administradores não estão convencidos que os programas preparem adequadamente os estudantes para trabalhar com análise de dados.

A Faculdade de Administração Marshall, da Universidade do Sul da Califórnia, iniciou seu programa de pós-graduação em "business analytics" neste semestre, com 30 alunos. Cerca de 50 a 60 estudantes devem se matricular no curso no próximo ano, informa a escola.

O curso, que custa US$ 47.000, foi idealizado por executivos do conselho consultivo corporativo da Marshall que trabalham em empresas como General Electric Co. , Boeing Co. e Walt Disney Co. Essas grandes companhias dizem que precisam de mais profissionais com talento analítico, diz James Ellis, reitor da faculdade. O conselho também recomendou exigir que os estudantes da graduação da Marshall façam matérias sobre o assunto.

"Achamos inestimável ter pessoas que podem sintetizar dados" e sugerir mudanças baseadas nessas descobertas, diz Melissa Lora, diretora-superintendente da Taco Bell International, da Yum Brands Inc., que integra o conselho consultivo corporativo da faculdade.

Profissionais da área de análise preditiva de dados, por exemplo, são necessários na Taco Bell para trabalhar com dados da velocidade dos serviços nos restaurantes e da qualidade dos produtos, assim como métricas das redes sociais, diz Lora.

Amy Hillman, reitora da Faculdade de Administração W.P. Carey, da Universidade do Estado do Arizona, diz que o interesse pelo programa de pós-graduação de um ano em "business analytics" se espalhou rapidamente. Mais de 300 pessoas se inscreveram para 87 vagas no curso deste ano, segundo a faculdade.

Ayushi Agrawal, estudante da Carey, diz que deixou um emprego de analista administrativa sênior na subsidiária de Bangalore, Índia, de uma empresa de análise de dados sediada em Chicago para se matricular no curso. À medida que os dados se tornam mais essenciais para decisões administrativas, "eu queria estar à frente" nesse campo nascente, diz a estudante de 24 anos.

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) também está elaborando um novo curso. Os professores e administradores da Faculdade de Administração Sloan, do MIT, estão desenvolvendo um curso de pós-graduação provisoriamente chamado de Masters in Analytics a ser oferecido em conjunto com o Centro de Pesquisa de Operações a partir de 2016, diz Dimitris Bertsimas, codiretor do centro. O curso terá cerca de 50 alunos, diz.

Na General Motors Co. , profissionais de análise de dados "dão sentido ao 'big data' [coleta e processamento de grandes volumes de dados], exploram grandes quantidades de informação e procuram por tendências no comportamento de consumidores e vendedores", diz Nate Bruin-Slot, gerente de experiência do consumidor na GM, que recruta estudantes de cursos de análise de dados.

O salário inicial para os formandos de 2013 do curso de "business analytics" da Faculdade de Administração Eli Broad, da Universidade do Estado de Michigan, foi em média de US$ 75.000 por ano, segundo a faculdade, enquanto o salário para os formados do programa de dois anos foi em média de US$ 90.000. Normalmente, os estudantes de análise de dados tendem a ter um forte conhecimento de programação de computadores e estatística, dizem gestores da faculdade.

Ainda assim, outros dizem que seria melhor dar treinamento analítico para todos os alunos, em vez de apenas alguns.

A Faculdade de Administração Kellogg, da Universidade Northwestern, oferece vários cursos de análise de dados, alguns dos quais são exigidos para o MBA. A faculdade não tem planos de oferecer um diploma separado de "business analytics", diz Florian Zettelmeyer, diretor do Programa de Análise de Dados da Kellogg.

"Esses pós-graduações de um ano estão criando um tipo de pessoa que não é nem uma coisa nem outra", diz Zettelmeyer. "Receamos que eles não sejam tão competentes com dados quanto cientistas de dados de verdade, nem tenham as habilidades de liderança que você realmente precisa para promover mudanças na análise de dados", diz.

Michael Rappa, diretor e fundador do Instituto de Análise Avançada de Dados da Universidade do Estado da Carolina do Norte, diz que a análise de dados é melhor estudada num contexto interdisciplinar do que apenas através da faculdade de administração da universidade.

"Os programas de análise de dados numa faculdade de administração sempre estarão à sombra do programa de MBA", diz Rappa, criador do popular curso Master of Science in Analytics do instituto, lançado em 2007. "É assim que a faculdade é classificada."

 

Veja também:

Curso A Nova Gestão da TI na Era do Cloud Computing,Big Data,Mídias Sociais e BYOD

Fonte:The Wall Street Journal

Autor:LINDSAY GELLMAN

FastSalas.com